Need Help?
Leave us your message
Call: 01-800-123-456

Ozonioterapia

Cresce o interesse pela ozonioterapia no Brasil

Postado em:
31/8/2019

No início do mês de agosto deste ano a Câmara Municipal de Carapicuíba começou a tramitar um projeto de lei para permitir a prescrição da Ozonioterapia. A técnica já é usada no SUS como terapia integrativa e bastante difundida em outros países, como Alemanha e EUA, China, entre outros.

A iniciativa de regulamentação da técnica se soma a inúmeros outros esforços, como o projeto de lei que tramita no Congresso Nacional com o mesmo tema.

O uso do ozônio medicinal se aplica a diversas patologias de origem inflamatória, infecciosa e isquêmica (deficiência na circulação sanguínea). A regulamentação permitirá, entre outras coisas, que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) possa atestar a qualidade dos tratamentos oferecidos à população por meio de certificação competente e adequada.

O tratamento com ozônio consiste na aplicação do gás de diversas formas, combinadas entre si de acordo com um plano de tratamento feito após o diagnóstico pormenorizado de uma consulta inicial. Seja na forma gasosa, em bolsas de aplicação tópica do gás ou dissolvido em óleo ou ainda aplicados na mucosa intestinal ou da vagina, o ozônio não apenas trata enfermidades, como também fortalece o sistema imune e promove o restabelecimento equilibrado da saúde do paciente.

Estética

A ozonioterapia também tem aplicação estética e de tratamentos para pele e cabelos. Pessoas com acne, rosácea ou mesmo marcas de cicatrizes na pele podem ser tratadas com ozônio.

O tratamento ainda melhora a saúde capilar, uma vez que promove a desinfecção do couro cabeludo com a eliminação de bactérias. O recurso também tem efeito sobre a maciez e brilho dos fios.

Clique aqui e acesse nosso site direto.

Posts em Destaque