Medicina Integrativa

Casos de Alzheimer crescem muito no Brasil, saiba mais.

Postado em:
16/4/2021

Talvez você ainda não tenha convivido de perto com uma pessoa acometida pelo Alzheimer, no entanto, certamente você conhece alguém próximo que relate as dificuldades de lidar com pacientes que tenham a doença.

Existe uma estimativa de que os casos de Alzheimer no Brasil, quadrupliquem até 2050. Esse número expressivo, indica que precisamos trabalhar com a prevenção e olhar de maneira mais cuidadosa para os doentes.

O que é o Alzheimer

É uma doença neurodegenerativa, que afeta a memória, funções mentais, comportamento e em estágios avançados os doentes não conseguem exercer suas atividades sozinhos, nem reconhecer bem as pessoas ou se comunicar claramente.

Sendo a principal causa de demência entre os idosos, o Alzheimer afeta mais mulheres do que homens (pode ter relação com expectativa de vida maior) e os sintomas geralmente aparecem próximo dos 65 anos, sendo considerado precoce o início da doença em pessoas entre 40 e 50 anos.

Um dado interessante: o cérebro de uma pessoa que sofre da doença de Alzheimer possui um número muito menor de células e de conexões entre as aquelas que sobreviveram.

Possíveis causas

Embora a causa do Alzheimer ainda não seja totalmente clara para a medicina, alguns fatores estão diretamente associados à doença, sendo eles:

• Genética, representando 70% entre as possíveis causas;

• Traumatismo craniano;

• Depressão;

• Hipertensão;

• Obesidade;

• Sedentarismo;

• Fumar ou ser fumante passivo;

• Nível elevado de colesterol no sangue;

• Diabetes tipo 2 sem controle;

• Má alimentação (falta de nutrientes);

• Deficiência Cognitiva Leve (DCL);

• Algumas circunstâncias ambientais.

Prevenção é essencial

A doença de Alzheimer não tem cura, no entanto, seu aparecimento pode ser retardado e até prevenido. Cuidados com a saúde física e mental são essenciais ao longo da vida e os idosos precisam manter uma rotina saudável.


Veja as dicas para prevenir a doença:

• Prática regular de atividades físicas;

• Cuidados para uma alimentação balanceada e rica em antioxidantes;

• Não consumir álcool em excesso;

• Não fumar;

• Praticar a leitura, testes e exercícios mentais (ex.: palavra cruzada), aprender novas atividades e manter o cérebro sempre ativo;

• Fortalecer o convívio familiar e social.


Cuidar de doentes de Alzheimer é um desafio para familiares, cuidadores e médicos, mas é importante dizer que, quem convive com essas pessoas precisa se munir de informações para lidar bem com a situação.

Todas as medidas de prevenção são válidas para retardar os danos do Alzheimer e o mais importante de tudo é manter a pessoa em um bom vínculo social e dar amor, carinho e atenção.

Saiba como a QuantumLife pode ajudar

Nós possuímos linhas de tratamento ortomolecular que atendem tanto às medidas preventivas, quanto medidas de controle do avanço da doença de Alzheimer, que proporcionam aos pacientes mais qualidade de vida. Mas lembre-se: prevenção é essencial para todos.

Para conhecer nossos serviços, clique aqui e agende uma consulta inicial. Saiba como nós podemos lhe ajudar!

Posts em Destaque